segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

A proposta da Rússia para a Europa

Segundo o Deutsche Wirtschafts Nachrichten (Schachzug gegen die USA: Russland rät EU zum Ausstieg aus dem TTIP), A Rússia fez uma proposta inusitada à Europa. Segundo este artigo, a Rússia propõe que a Europa mande os Estados Unidos e o TTIP (o acordo alfandegário intercontinental) às malvas e entre numa parceria com a União Euroasiática. Segundo a Rússia, mais vale fazer um acordo com os vizinhos.

Eu acho que podemos aceitar metade da proposta. Podemos imediatamente entrar em parceria com a União Euroasiática, como pedi aqui. E manter as negociações com os Estados Unidos. A administração Obama não vai durar para sempre e acho que neste momento nem a Santa Fraude nem o milagre da multiplicação dos votos conseguirão meter um democrata no poder.

Se os americanos tiverem o mínimo de juízo, mandam os democratas e os republicanos apenas no nome (Republicans in Name Only, RINO) como o John McCain para a reforma permanente e colocam no poder ou o Romney ou o Rand Paul. Nesse dia, podem crer que as relações entre Estados Unidos e Rússia se tornarão mais amenas e os Estados Undos deixarão de ser um problema.

E quanto a Portugal? Podemos redigir uma carta com o seguinte texto, dirigida à União Euroasiática:

A República Portuguesa solicita à União Euroasiática o início de negociações para um acordo de comércio livre entre Portugal e a União, com um possível futuro estatuto de observador de Portugal. Solicitamos que, se aceites, as negociações sejam iniciadas o mais brevemente possível.

A tradução para russo pode ser-me solicitada na caixa de comentários.

A política internacional é matéria de interesses. E na União Europeia e no começo de uma guerra por burrice nossa, a mando da Administração Obama para encobrir os problemas lá de casa dela, não temos interesse nenhum.