segunda-feira, 22 de abril de 2013

40 anos do Partido Socialista

Obrigado, Partido Socialista, por seres o direto responsável por 3 bancarrotas com chamada ao FMI. Obrigado pelo Narciso Miranda, pela Fátima Felgueiras, pelo Jorge Coelho e pelos seus semelhantes; e a ainda pelo António Guterres e pelo José Sócrates, estes dois últimos os coveiros de Portugal.

Obrigado por autoestradas onde ninguém passa, pela autossuficiência energética que afinal tenho de pagar todos os meses, pela RTP gorda que eu tenho de pagar todos os meses, por uma dívida que eu tenho de pagar todos os meses, por mais de um milhão de funcionários do Estado que eu tenho de pagar todos os meses, por haver-se desbaratado as posições que tínhamos de dívidas de outros países que em 1995 tínhamos em nosso poder. Obrigado pelos pelos compromissos que fizeste para o futuro em meu nome, onerando as gerações minha e dos meus filhos. Obrigado pelas PPP (Paga o Palerma do Povo) que nos endividarão por décadas.

Obrigado pela tua visão de desenvolvimento, que apenas desenvolveu os bolsos de alguns dos teus militantes. Metade dos teus líderes, em outros países, já teria sido linchado publicamente, e resta o estado de direito para que estes possam vir mandar postas de pescada às televisões como a coisa pública deverá ser guiada, sem qualquer vergonha por terem levado o país à bancarrota.

Parabéns pelos teus quarenta anos. Teres sobrevivido mostra o como estamos em democracia, mais para a cleptocracia. Agora, não me peças para te desejar mais 40 anos de vida. O país simplesmente não aguentaria.

A lista de críticas a fazer ao PSD é igualmente extensa. Contudo, em boa verdade, não tem nem as três bancarrotas nem o grosso das PPP.