quarta-feira, 10 de junho de 2015

Quem cochicha o rabo espicha.

Se o Tratado é tão bom, porque é que não se discute?


Sou a favor de comércio livre.  O comércio livre permite a paz entre as nações, mais do que qualquer iniciativa de paz.  Só por exemplo, desde que as fronteiras entre Portugal e Espanha passaram a ser um mero risco num mapa, nunca mais se falou por lá em completar El Carón, invadindo Portugal.  Isso chegou a ser aventado no tempo de Franco, quando havia contrabando e taxas alfandegárias.

Não sou contra tratados de comércio livre.  Até acho que deveríamos ter mais.  Com todas as nações do Mundo.  Tratados simples e com poucas cláusulas.  No fundo, apenas precisamos de dizer duas coisas: que não haverá taxas alfandegárias entre Portugal e X e que os produtos de X que entrarem em Portugal cumprirão a lei portuguesa e vice versa.  Podemos também promover a livre circulação de pessoas, eliminando vistos de entrada e de trabalho.  E promover os investimentos, garantindo que os empresários portugueses em X não serão espoliados, dando a mesma garantia aos empresários de X em Portugal.

Teríamos muitos lucros em fazer esse tratado com a Rússia, mas a União Europeia não nos deixa.  A Rússia tem matérias primas e inteligente mão de obra.  Portugal tem, quando deixam, excelentes encarregados e operários, com grande capacidade de inovação.  Tem terras agrícolas e excelentes agricultores.  Apimente-se com gestores de topo alemães e teremos crescimentos de 7% durante dez ou vinte anos.

Se o TTIP (Trans-Atlantic Trade and Investment Partnership) é tão vantajoso, porque é que se dão piruetas e minuetes para que este não seja discutido hoje no Parlamento Europeu?  Porque é que o texto do acordo não é disponibilizado para um ou dois meses de consultas públicas?  Morrerá alguém se fizermos isto?

Porque é que o acordo tem quase trinta capítulos quando, de acordo com Edward Snowden, apenas cinco versam sobre comércio e investimento?  De que falarão os outros vinte e tal?  Estamos a falar de um acordo de comércio livre ou de algo mais, com legislação subreptícia?

Tem a certeza de que quer deixar a sua vida ser decidida por políticas opacas, na qual você não é tido nem achado?  Isso é o método União Soviética, aberração na qual a União Europeia se tornou.  E eu não gostei nem gosto da União Soviética.  Prezo demais a minha liberdade, a soberania dos eleitores e a mordomia dos eleitos.

Referências:

  1. EXCLUSIVE: EU Chiefs Attempt to Stop TTIP Debate
  2. The Scariest Trade Deal Nobody's Talking About Just Suffered a Big Leak
  3. Burros em dólares ou burros em euros? 
  4. Vou fazer uma pergunta