terça-feira, 2 de junho de 2015

Qualquer conservador deveria ser eurocéptico.



Este é o discurso de Daniel Hannan, um dos eurodeputados britânicos pelo Partido Conservador, feito em Berlim. Todos deveríamos ouvir.


Eu sou eurocéptico, e não me envergonho disso. Gosto da ideia de Europa, não me importo de haver um órgão onde os países europeus possam mediar disputas, aproximar legislações e unir-se comercialmente. Sou totalmente a favor do Euro, que derruba barreiras comerciais e permite aos países. A União Europeia deixou há muito de ser isso e passou a ser um directório que concentra poderes legislativos e executivos: a Comissão Europeia. O Parlamento Europeu é apenas um bibelot, uma inutilidade estética que se mantém apenas para os tipos da Comissão se fingirem legitimados e para que alguns favores internos dos países sejam pagos a quem se mete nas listas em lugar elegível num tacho dourado.


Este discurso deveria ser transcrito e lido por todos.