quinta-feira, 22 de maio de 2014

Rússia e China com movimentos estranhos... a menos que se estejam a preparar para alguma coisa.

A Rússia e a China estão definitivamente a preparar alguma coisa. Estão freneticamente a comprar ouro e a desfazer-se dos dólares americanos — para comprar esse ouro. A China está também a comprar comida e petróleo. Parece-me uma reserva para uma futura guerra ou período de carestia.

Reservas da Rússia de dólares americanos
Reservas de ouro da Federação Russa em milhões de onças Troy. Note-se a subida atual.
Reservas de ouro da China. Note-se a subida até 2012. O movimento de compra de ouro entretanto voltou a disparar.

Não espero que jornal português algum fale disto. Estão muito importados com as asneiras do Seguro e as diatribes do Jerónimo e as burrices da Matias e as nulidades que são os candidatos todos ao Parlamento Europeu. Quem não quer ver hoje verá amanhã.

Termino com as palavras do ministro dos negócios estrangeiros da China:

A nova China nasce de sangue e fogo, e não é apenas sem medo de guerra mas corajosa a aceitar conflitos razoáveis e legais, porque defender a nossa pátria da agressão serve para acelerar o desenvolvimento do poder do Estado. A nação chinesa gosta da paz, mas há poucas dúvidas de que a glória tingida de sangue irá pavimentar a estrada da China rumo à revitalização. Esta é a glória que as gerações futuras irão apreciar.
Soem os alarmes para a preparação da guerra, refaçam-se as nossas convicções firmes, acorde o povo destemido e revivam-se as nossas indústrias estratégicas — o nosso país está a avançar e o nosso futuro é brilhante.