segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Chicago e Oklahoma, qual é o mais próspero?

Chicago, their kind of town!

Chicago tem o pior sistema de educação dos Estados Unidos, e é a cidade que mais pessoas tem a receber subsídios. No estado de Illinois, há mais pessoas a receber subsídios do que a trabalhar.

Se acha que é por Illinois ter sido enganado por aqueles malditos republicanos, está a atirar longe do alvo. Vejamos a lederança em Illinois.

  1. Presidente: Barack Hussein Obama (democrata)
  2. Senador: Dirk Durbin (democrata)
  3. Congressista: Jesse Jackson Jr. (correntemente a servir pena de prisão e democrata).
  4. Governador: Pat Quinn (segunda substituição por os anteriores governadores estarem a servir pena de prisão; e é democrata).
  5. Líder do congresso estadual: Mike Madigan (também democrata).
  6. Delegada do Ministério Público: Lisa Madigan (filha de Mike Madigan e sai ao pai; é democrata).
  7. Presidente da edilidade: Rahm Emanuel (envolto em escândalos e democrata<)./li>

São todos democratas. Em Chicaco, como em Detroit, os democratas do Obama reduziram a economia a cacos. Se querem culpar os republicanos terão de procurar alhures. Em Chicaco não existem e não mandam. Mandam os democratas do esclarecidíssimo Obama e os resultados estão à vista. É um estado onde ex-governadores e congressistas imprimem chapas de matrícula.

Oklahoma: what a beautiful morning!

Os republicanos são reis e senhores de Oklahoma. Ali nenhum dos condados se rendeu aos democratas. Os dez mandamentos foram expostos, numa votação 27–9, à frente do Congresso Estadual. Apesar dos protestos do Governo Federal e das bestas (não tenho outro nome) da ACLU [American Civil Liberties Union]. Oklahoma define-se como um estado cristão, onde imperam os dez mandamentos.

Oklahoma legislou no sentido de encarcerar e deportar todos os imigrantes ilegais, caso não reunissem as condições para obter um visto legal. Todos os imigrantes ilegais desapareceram. A ACLU protestou e Oklahoma mandou-os pentear macacos.

Oklahoma está desde 2005 com rendimentos familiares acima da média nacional dos Estados Unidos e estes mesmo rendimentos sobem acima da média de ano para ano, tornado o estado mais atrativo para as famílias. Oklahoma tem afluxo líquido de migrantes de outros estados falidos pelos democratas (como Michigan, Illinois e California) e um desemprego abaixo da média nacional dos Estados Unidos. Mais: mandou às malvas o Governo Federal e declarou-se, junto com Texas, Montana e Utah, um estado soberano, onde as diretivas do Governo Federal, como o casamento homossexual, têm de ser discutidas e aprovadas internamente — e já sabemos o destino que vão dar a esta última, digo isto eu e aclamo!

Perante isto, preferia viver na democratíssima Chicago, onde morrem mais pessoas que no Iraque por homicídio, ou na cristianíssima Oklahoma? Os exemplos não são solitários. Há um êxodo da liberalíssima Califórnia para o republicano, conservador e mórmone Utah, e do Estado de Washington para Idaho e para o Texas. As pessoas fogem dos estados dominados por democratas para aqueles geridos por republicanos. Tantas pessoas fazem estatística; e terão as suas razões.

O cristianismo funciona. Um país cristão, onde o cristianismo é tomado a sério, frutifica e enriquece. Portugal deixou de ser um país cristão depois do 25 de Abril, e deixou o verdadeiro cristianismo com o PS, para ser governado por Jorge «Há mais vida para além do défice» Sampaio e Mário <«Conejo» Soares. E dizem-me que querem repetir com o António Costa Concordia.

Nenhum país é maior do que as políticas que o magnificam ou que o tolhem. O melhor é olharmos para o PS com olhos de ver (e já agora também para o PSD, o seu filho menor, e o CDS, o seu filho beato). E olhar também para a esterqueira em que se está a transformar a laicíssima União Europeia e para a evolução da Rússia, que se está a recristianizar. Mais vale viver em Oklahoma que em Detroit e em Provo que em Chicago.